Em agosto de 2013, o proprietário do Clube de Canoagem Canoa Bahia, Hamã Oliveira, sentindo necessidade de aumentar sua frota de embarcações tipo Polinésias/Havaianas, sem ser obrigado a esperar um longo prazo de entrega, e de fazer modificações nas mesmas que como remador julgava pertinentes, decidiu que iria produzir suas próprias Canoas.
Assim sendo, quando fosse necessário adquirir um ou mais exemplares, as conseguiria em um curto período de tempo (o que, caso contrário, inviabilizaria seu negócio), pretendendo ainda aprimorar alguns equipamentos já existentes e desenvolver outros tantos.


Dessa forma, após muito estudo sobre o assunto fora produzida sua primeira canoa havaiana para seis tripulantes, (OC6/7) em dezembro de 2013.
Projetadas com o objetivo inicial de atender apenas a demanda interna do Canoa Bahia, em Salvador-BA, e da sua primeira franquia, localizada na cidade de João Pessoa-PB), estimulou-se pela excelente qualidade de suas canoas, (com baixo peso aliado à grande resistência), bem como as diversas modificações implementada, surgindo então a vontade de compartilhar com mercado, nacional e internacional todo esse sucesso.
 

Assim nasceu a Karamuru Canoes and Accessories, com a finalidade primordial de difundir o esporte e disponibilizar no mercado suas Canoas e os equipamentos que desenvolvera para segurança da navegação e logística de armazenamento de carga, assim como itens para o conforto e bem estar dos remadores.

Com atendimento diferenciado e personalizado, a KARAMURU visa atender as necessidades e desejos de todos os remadores sejam quais forem seus objetivos: competições, recreações, expedições e ou remadas convencionais.

Porque um Karamuru com símbolo da empresa.




Ao observar a Ama de sua canoa, com seu formato alongado e cilíndrico, Hamã Oliveira não teve dúvidas: tratava-se  de um “Caramuru”, peixe de  água salgada lembrando uma serpente, de hábitos noturnos e habitante de locas e pedras, cuja mordida é capaz de  causar sérios ferimentos.
          

Além disso, a palavra “Caramuru”, remonta a fatos históricos de suma importância no descobrimento do Brasil: Foi por volta de 1510 que o Fidalgo Português da Casa Real, Diogo Álvares Correia, viajando para a Capitania Hereditária de São Vicente/SP, naufragou na Praia do Rio Vermelho - costa nobre da cidade de Salvador/BA, a primeira capital nacional.  Seus companheiros foram mortos pelos índios Tupinambás (temidos canibais), mas ele conseguiu sobreviver e passou a viver entre os índios, de quem recebeu a alcunha de Caramuru.

Esse apelido faz referência ao fato de Diogo ter sido, supostamente, encontrado pelos indígenas em meio às pedras às algas da praia, como se fosse uma lampreia. O náufrago português foi bem acolhido pelos Tupinambás, a ponto de o chefe deles, Taparica, lhe ter dado uma de suas filhas como esposa, a lendária Catharina Paraguaçu.


Pelo designer do seu equipamento, aliado aos fatos históricos do destemido desbravador brasileiro, nasceu a marca  KARAMURU CANOES AND ACCESSORIES, com o objetivo de propagar pelo Brasil suas canoas e acessórios, trazendo no flutuador (AMA) do seu principal equipamento - a Canoa de  seis ou sete tripulantes - a imponente  figura do peixe  serpente.  
O desenho criado com traços Maoris foi desenvolvido com o intuito de  homenagear  esta civilização, uma das grandes responsáveis pelo surgimento e difusão das canoas havaianas/polinésias pelo mundo, como meio  de transporte e recreação. Suas artes geométricas possuem um profundo significado espiritual e religioso.

 

Desta mesma forma, a marca da empresa traz criptografada nos diversos símbolos Maoris utilizados, seus objetivos e espírito.



Karamuru Canoes - 2014 © Todos os direitos reservados

Karamuru Canoes
Engenharia Interativa - Criação e desenvolvimento de web sites em Salvador-Bahia